quinta-feira, novembro 26, 2009

Baixa a bola

As notícias que vão surgindo sobre a formação da Comissão Europeia "Barroso II" deviam soar como um tiro de canhão para os que esperariam que o presidente da Comissão fosse o patrão da barca e assumisse com plenitude as suas prerrogativas e competências: cada capital dá ordens, publicamente, sobre os nomes que quer e as pastas que quer.

Auspicioso começo (e ainda a procissão vai no adro).

3 comentários:

  1. VExa. parece surpreendido...

    ResponderEliminar
  2. O drama é que não estou surpreendido

    ResponderEliminar
  3. o drama é que já não surprende ninguém!!!

    ResponderEliminar